PH POEM A WEEK | Toque

Meus olhos passeavam por seu rosto. Eles vasculhavam cada detalhe e se deliciavam ao observar a beleza de suas sardinhas e o sinal que ela tinha sobre os lábios. Como seus cílios eram grandes, mas ao mesmo tempo delicados, assim como sua fina e discreta sobrancelha. Tudo nela era delicadamente coeso. Seus olhos cor de mel sempre traziam consigo brilho e vida e perder-me neles era o que eu mais gostava de fazer.

Ela sorriu e as covinhas apareceram. Meu coração saltitou no peito. O que ela estaria pensando? Devíamos estar ali há uns cinco minutos, mas parecia uma eternidade. Não tocava nenhuma música no parque aquela tarde, mas o canto dos pássaros era a mais bela trilha sonora que poderia embalar aquele momento. Após quatro meses, minha mente e coração tinham certeza: era ela. Com seus cabelos longos, 1,55 de altura e coração do tamanho do mundo, era ela que eu queria para a vida toda.

Foram quatro meses orando, buscando, pedindo a Deus respostas. Meu maior medo sempre fora escolher errado e decepcionar Deus com minhas ações. Esse também era o maior medo dela. Unimos nossos medos e ousamos descobrir se poderíamos ser – juntos – um motivo de sorriso para Ele.

Eu descobri que sim. E não, Ele não me deu uma visão, profecia, sonho ou qualquer coisa parecida. Ele veio suave como a brisa, me fazendo enxergar que nossos propósitos eram iguais e os motivos pelos quais acordamos todos os dias também: Glorificá-Lo. Nesses quatro meses notei que ela podia ser ainda mais bonita quando observada por dentro. Seu sorriso iluminava todos à sua volta, e eu entendi o motivo de tanto amor, compaixão e entrega em uma pessoa só: Jesus. Ela era intimamente amiga dEle e ter certeza disso me fez pensar que quando a beleza exterior se for, o amor não irá junto.

E agora eu estava ali, diante dela, com o coração dividido entre felicidade e apreensão: será que ela observou o mesmo que eu? Será que ela encontrou tudo isso também em mim? Ela bem sabia tudo que se passava em meu coração. Minhas intenções, eu já tinha revelado, e o momento que mais ansiei nos últimos dias chegou. Meus olhos perdiam-se nos dela, quando percebi seus lábios abrirem-se levemente e deles saírem a melodia que fez meu coração soltar fogos de artifício:

– Sim.

Simples, rápido e estrondoso para meus ouvidos.

– Eu aceito namorar com você.

Não contive o riso ao observar seus olhinhos diminuírem-se à medida que seu sorriso também se abria. Não sabia muito bem o que fazer, então com as mãos trêmulas e suando frio, aproximei-me um pouco mais e levei meus dedos suave e pausadamente e peguei a sua mão. Seu rosto rosou-se ao primeiro toque e não posso dizer que eu também não tenha ficado com o rosto corado. Nós nunca tocamos um no outro nesse tempo. Abraço, beijo, mãos dadas… nada disso. Nosso relacionamento dali pra frente também não incluía beijos, mas agora eu podia entrelaçar meus dedos nos dela e fazer como naquele momento: passear pelo parque com a minha namorada e futura esposa.

Meu coração nunca esquecerá aquele primeiro tocar de mãos e entrelaçar de dedos, nem muito menos o sentimento de gratidão que invadia minha alma por completo naquela tarde. Somente me restou dar uma piscadinha para o Alto e me deixar ser envolvido com a certeza de que valeu a pena esperar.

acessorios-para-template-32-cu

Esse texto faz parte do projeto PH Poem a week (Um poema por semana), em que todo mês são lançados temas semanais para criação de textos/crônicas/poemas/contos. Você pode saber mais sobre o projeto Aqui e também conhecer o grupo que se reúne no facebook para compartilhar os escritos. O tema da primeira semana de fevereiro é “Toque”.

Enjoy! (;

 

 

Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s