Qual é a sua identidade? #parte2

tumblr_mcdx7fvtN01rilyuto1_1280

            No texto anterior (clique aqui para ler) falamos um pouco sobre o que é identidade e como aquele que serve a Jesus tem sua identidade definida como filho de Deus. E se a definição que citamos fala que a identidade é a consciência que o indivíduo tem de si mesmo, dentro do mundo em que vive, isso significa que nós precisamos saber quem somos para vivermos uma vida de propósito. Como servos do Senhor, devemos saber quem somos em Cristo e qual nossa função nessa terra. Como filhos de Deus e novas criaturas, o que já fomos não importa mais, ficou para trás, pois renascemos espiritualmente (Jo 1.12-13).

De criatura passamos a filhos e como filhos devemos obediência ao nosso Pai. E se aqueles que são filhos de Deus são guiados pelo espirito de Deus (Rm 8.14), nossas vidas devem estar em plena submissão ao Senhor, o controle de nós mesmos deve estar com Ele.

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” Gálatas 2:20

Entenda que a partir do momento que você foi salvo, sua vida não pertence mais a você. Ela é dEle agora. Na verdade sempre foi. E existe um padrão de como Ele quer que você viva. Para glória dEle é o principal sentido e também para ser carta dEle aqui. Deus poderia ter te levado assim que você recebeu Jesus, mas Ele te deixou aqui porque tem coisas para você aprender e tem pessoas precisando ser salvas; Se não houvesse nenhum filho de Deus, como os que não são conheceriam a Deus? Nós temos uma função bem especifica que Cristo nos deixou:

“Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,
ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei.”
Mateus 28:18-20

Isso não é sobre nossa capacidade e sim em como podemos ser instrumentos de Deus nessa terra. Já ouvi muitos falarem que todo cristão tem dois grandes propósitos/chamados e eu acredito muito nisso:

O primeiro é o chamado universal, que consiste em anunciar o evangelho realizando a Grande Comissão (Mt 28.18-20), o segundo é o chamado individual, que é a forma como você realizará o primeiro. Pregar o evangelho não é dom, é ordenança. Em Marcos 16.15 Jesus diz “Ide” e não “Se quiser, vá”, Ele nos impeliu uma ordem. Então se somos cristãos, devemos pregar e discipular como estilo de vida.

Dentro do chamado individual existem os ministérios e funções específicas que Deus quer que a gente exerça. Ele nos criou com dons e talentos e estes não são para serem usados em nossos deleites ou para deixarmos enterrados. Ele nos chama para usar e desenvolver o que Ele nos deu. Nossos dons e aquilo pelo qual o coração queima, dão indícios de qual área específica Deus tem pra nós. E cara, cumprir o chamado Dele nos dá vigor! Quando andamos sabendo quem somos, descobrimos que o trabalho ou faculdade ou colégio não são só lugares para ganharmos dinheiro e/ou estudarmos, e sim, locais para realizarmos o chamado dEle pra nós! Porque entender que fomos projetados por Deus muda todo curso de nossa existência. Repetindo uma frase do primeiro texto, mas que resume bem o que falamos até aqui: Viva uma vida extraordinária. E vida extraordinária não é fazer grandes coisas e sim, fazer aquilo que foi chamado pra fazer.

Há um propósito para sua vida, salvo. Há um propósito para seus dias aqui, servo. Não viva como se não tivesse.

Anúncios

2 comentários em “Qual é a sua identidade? #parte2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s