Pequei. Será que Deus não me ama mais?

“Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós. Meus filhinhos, escrevo-lhes essas coisas para que não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo.”  1João 1-8 a 10 e 2-1 e 2

Assim como o primeiro homem, Adão,  se escondeu de Deus por conta do pecado, talvez você já tenha sentido vontade de fugir depois de pisar na bola e pecar contra o Senhor. Isso é mais comum acontecer do que se imagina.

Mas então, eu pergunto a você: Os olhos do Senhor estão sobre toda a Terra, certo? Ele sonda o seu íntimo e conhece você até o mais profundo… Logo, Deus sabe também quando você erra o alvo. Para que fugir, se Ele sabe exatamente a sua situação?

A solução bíblica para o pecado é o arrependimento. Através do sacrifício de Cristo por nós, podemos receber perdão por nossos pecados e viver uma vida pura diante de Deus. Ele nos justificou por meio do seu sangue. Mesmo não merecendo, fomos considerados justos, não porque o somos de fato, e sim porque foi do desejo dEle nos dar uma vida livre ao Seu lado.

O amor de Deus não é frágil. Ele é incondicional, porque o próprio Deus é o Amor. E o sentimento dEle por nós não é baseado em nossos acertos ou erros. Porque nós, em essência, somos maus. A vida dEle em nós, é que nos faz novos, dando-nos uma nova natureza que busca ser cada vez mais parecida com Ele, longe do pecado.

Mas ainda assim, temos o “gene” do pecado em nossa carne. Sempre seremos suscetíveis ao erro – até o dia em que iremos morar com Ele, com corpos transformados e livres de todo rastro de natureza terrena (2Co 15. 35-57) – porém,  quando cometermos pecado nós temos o intercessor, Jesus Cristo, pedindo em nosso favor junto ao Pai.

Temos que mortificar a nossa carne, fortalecendo o espírito para que consigamos andar nEle. O Senhor nos ajuda nessa árdua tarefa. O pecado não pode ser proposital em nossas vidas, e sim, acidental. Tanto que, quando pecarmos, se estivermos em comunhão com Deus, o Espírito logo nos incomodará para que possamos nos consertar diante do Senhor.

O amor dEle não vai mudar porque você pecou. Ele te ama por quem Ele é. Acredite nisso. Não viva uma vida no pecado, mas se escorregar nele, não deixe de buscar conserto e acreditar que é justamente pelo Seu amor por você que existe essa possibilidade de perdão.

Falei um pouco mais sobre isso nesse vídeo no Youtube. Espero que seja edificado. (;

 

Com amor, Arlene.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s