Uma carta de Deus pra você, menina

I4XBEISL6W

“Antes da fundação do mundo, eu te conhecia. Sabia de que cor seriam os teus olhos, e podia ouvir o som da tua risada. Como um pai orgulhoso que carrega a fotografia da filha, eu carreguei a tua imagem em meus olhos, pois tu foste criada à minha imagem. Antes da fundação do mundo, eu te escolhi. Declarei o teu nome nos céus e sorri enquanto a melodia ecoava nas paredes do meu coração.

Tu és minha.

O meu amor por ti se estende mais longe que as estrelas no céu e é mais profundo que qualquer oceano. Tu és minha pérola de grande valor, aquela por quem dei tudo. Eu te embalo na palma da minha mão. Eu te amo mesmo diante dos seus fracassos. Nada do que dizes ou fazes pode me fazer deixar de te amar. Eu sou incansável na minha busca por ti. Fuja de mim – eu te amarei. Rejeita-te a ti mesma – eu te amarei. Rejeite-me e eu te amarei. Percebes o meu amor por ti que foi violentamente assassinado antes da fundação do mundo e jamais me arrependi do sacrifício que fiz por ti no Calvário.

Quando vejo cada parte do que tu és, fico maravilhado com a obra das minhas mãos, pois sussurrei palavras de anseio e desejo e vieste à existência. Tu és bela e eu me comprazo em ti – corpo, alma e coração. Tu és o meu desejo. Quando viras o rosto envergonhada e desprezas o que fiz, ainda assim eu te alcanço com uma paixão suave.

Tu és minha amada e eu sou teu.”

 

{Texto de Regina Franklin – Livro Aos olhos do Pai. Adaptação da autora baseada em 1 João 3.2; Isaías 43.1; Mateus 13.46; Efésios 1.4; Apocalipse 13.8; Salmo 149.4; Cantares 6.3; 7.10}

 

 

Coração de Menina

Lembro-me de quando eu era pequena e brincava que me casaria aos vinte e dois, seria uma pediatra e teria um marido lindo e filhos mais lindos ainda pra cuidar. Sempre sonhei coisas boas para o futuro e já até houve época que pensei em ser estrela de televisão. Muitos desejos que se agarravam como âncora em meu coração e depois iam embora, como um beija-flor que entra em casa ligeiramente para dar o ar da graça e depois se vai, tão rápido como entrou.

Mas, mesmo em meio a tantos sonhos e mudanças repentinas de vontades, uma coisa era certa: pensar sobre tudo isso era sinônimo de pensar em felicidade. Porque afinal, o que há detrás de nossas buscas na vida? Quando estabelecemos metas, fixamos propósitos ou sentamos numa rede simplesmente para pensar no futuro, não estamos querendo ter um coração satisfeito, a vida que planejamos e a tão querida felicidade?

Quando se é criança os obstáculos parecem ser bem menores e tudo tão fácil. Logo, sonhar em ser médica mesmo tendo nascido em uma família pobre que não teria condições de pagar um cursinho, não era problema. Não tinha limites para os sonhos.

Ah, esse coração de menina… Que batia por coisas simples e adorava passar horas dando vida aos personagens desenhados à mão. Que chegava a doer quando via a mamãe triste ou outra criança chorando. Esse coração sensível que vivia a felicidade nas coisas mais singelas e também a buscava nos sonhos mais profundos.

E a menina cresceu… E nem sempre é fácil perceber como que o passar dos anos traz tantas cargas e pesos que aos poucos vão minando o desejo de ser feliz. Uma desilusão amorosa (ou mais, talvez), a falta de oportunidades, os problemas em casa, sentimentos de rejeição, os valores do mundo que ferozmente quer nos engolir… E tantas outras coisinhas que vão tirando a leveza e colocando no lugar a amargura, a ingratidão, o desgosto pela vida que culmina na destruição de sonhos e propósitos.

Eu nunca abandonei o coração sonhador, mas já perdi o brilho dos olhos em alguns momentos. Já chorei. Já pensei que não era amada. Já humilhei alguém para me sentir melhor. Já deixei que a amargura criasse raízes e contaminasse a muitos (Hb 12.15).

Mas aí eu conheci um Homem e seu nome pode ser traduzido em AMOR. Ele me pegou no colo quando eu achava que estava bem andando com minhas próprias pernas, distribuindo pedacinhos do meu coração a cada esquina que passava e mostrou minhas feridas, as quais eu nem sabia que tinha. Ele pegou aquele pobre e frágil coração, levou para si e me devolveu um novinho em folha, que veio com uma marca profunda tomando toda sua dimensão e essa marca se chamava Jesus. Se chama Jesus.

Ele passou a me ensinar que eu não poderia deixar o coração de menina morrer. Porque eu nem poderia imaginar os sonhos que Ele tinha pra mim(Jr 29.11) e o desejo dEle é que sonhássemos juntos. Mas meu melhor amigo deixou claro: a realização desses sonhos sempre seria superior a tudo que eu pudesse imaginar (1 Co 2.9).

Então eu percebi que buscar a felicidade era buscar Jesus. Através dos desejos mais simples, até aos mais profundos. Jesus. Ele é a fonte para o coração cansado, para a alma aflita e sobrecarregada. Ele não garante vida cem por cento bem e sem problemas, mas aí é que está o grande segredo: uma vida com Ele, não importa o que passe, a felicidade sempre vai estar ali, à distância de uma oração, de uma obediência, de uma leitura da palavra, de uma entrega.

Jesus me disse para crescer e amadurecer, mas para eu não esquecer que o coração de menina que busca a felicidade, independente das circunstâncias precisa estar aqui, limpo, vivo e dedicado a Ele.

***

 Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram

 

 

Dicas de livros para garotas cristãs | Nova Parceria

Olá galera :D! Hoje vou apresentar alguns livros especialmente para garotas cristãs, que me edificaram muito na caminhada e creio que poderão edificar você também! Todos eles foram lidos em minha adolescência e marcaram minha vida de forma especial.

Ah, e é claro que eu não poderia deixar de anunciar a vocês a nova parceria do QB: O Blog Manual da Garota Cristã. O blog pertence à Karen Melissa, que também tem um canal no Youtube. Vale super a pena checar o blog e o canal dela, meninas. Lá vocês encontrarão dicas de músicas, devocionais, textos para edificação, resenhas e muito mais!

Mas então, vamos aos livros:

| A Batalha de Toda Adolescente – Shannon Ethridge e Stephen Arterburn

Esse foi o primeiro livro que comprei depois de convertida. Os autores são bem sinceros e bíblicos e trazem aconselhamento + exemplos + histórias sobre a integridade sexual que me abriram os olhos pra muitas coisas.

Sinopse: Duas personagens adolescentes da novela falam sobre os planos de perder a virgindade com os namorados num acampamento. Entrevistada por uma revista dirigida ao público jovem feminino, uma can1-posttora famosa revela que já teve relação com outras mulheres e diz que o casamento é uma “instituição falida”. No rádio e nos videoclipes, as letras das músicas são repletas de duplo sentido e as imagens, carregadas de sensualidade. Esse bombardeio de permissividade, fruto da crise moral da sociedade, tem alvos bem definidos: milhões de meninas, adolescentes e jovens mulheres que se deixam seduzir pelo discurso da liberalidade sexual. À procura de atenção, intimidade e afeto, elas se envolvem em relacionamentos sem limites que geram sofrimento, remorso, angústia e — a pior das conseqüências — distanciamento de Deus. Mas a batalha não está perdida, e dizer “não” é uma questão de escolha. Em A batalha de toda adolescente, Shannon Ethridge e Stephen Arterburn, conselheiros e palestrantes cristãos de prestígio na área de relações familiares, mostram que é possível disciplinar a mente, fortalecer o coração e guardar o corpo para resistir à tentação. Usando linguagem franca e relatos coletados em anos de experiência, os autores propõem a opção pela pureza como alternativa de saúde física, emocional e espiritual.

| Eu Disse Adeus Ao Namoro – Joshua Harris

Esse livro simplesmente marcou a minha vida! Mudou tudo aquilo que eu pensava sobre namoro e relacionamentos. O conheci assim que comecei a minha caminhada com Deus e naquela época eu ainda não encarava muitas atitudes que eu tomava em relação a relacionamentos como pecado. Esse livro contribuiu para que eu mudasse radicalmente meus valores, passei a encarar o namoro, noivado e casamento de forma totalmente diferente. Realmente foi uma benção em minha vida!

Sinopse: Você já teve alguma decepção no namoro? Cansado deste jogo? Será que vale a pena dizer adeus ao 1-posttnamoro? Namorar como todos fazem hoje, não tem um jeito melhor? Este livro sugere que sim. Reorganize a sua vida emocional e romântica à luz da Palavra de Deus e encontre maior realização que um namoro jamais poderia dar: uma vida de amor sincero e verdadeira pureza, plena de propósito.
JOSHUA HARRIS: “Eu tinha dezessete anos de idade quando meu relacionamento com a Kelly terminou. Meus sonhos de romance acabaram em amargura, remorso e ainda deixei de lado valores pessoais. Eu saí do namoro me perguntando: Será que tem de ser assim? Me senti desanimado, confuso e desesperado procurando uma alternativa para o ciclo de relacionamentos de curto prazo em que me encontrava. “Deus – eu clamei, eu quero o melhor para a minha vida, dê me algo melhor do que isso”.
“Eu acho que nunca li um livro em que o autor tenha sido tão honesto e verdadeiro como Joshua o foi neste aqui. Ele lida com os temas difíceis e as questões árduas neste tópico confuso: namorar ou não namorar. E ele dá respostas práticas.” – Rebecca St. James

* Tenho esse livro em PDF, caso tenha interesse em ler, é só colocar o seu email nos comentários que envio pra você.

 

| Garota Cristã: Querido Diário – Aliny Gomes

Esse livro é da Aliny Gomes, criadora do blog Garota Cristã, que volta à ativa agora em fevereiro. Ela vai publicar o segundo livro agora em 2016, que é continuação deste. O livro é uma ficção linda, que traz valores eternos como esperar em Deus, perdão, amizades firmadas em Deus e muito mais.

1-postttt

Sinopse: Stella é uma menina rica e mimada que é forçada a se mudar para outro lugar onde não conhece ninguém e precisa deixar toda sua vida social de lado. Rebeca é uma menina simples, que trabalha na casa de Rebeca. Ambas vão descobri em uma amizade cheia de fé que o caminho da felicidade é a simplicidade e a fé em Deus.

 

 

 

Encontrei o e-book do livro por 2,99 na Saraiva.com: Clique Aqui

 

| Namoro, Biscoitos e Um Grande Problema – Jeff Fromholz

Bom, esse livro assim como o Eu Disse Adeus Ao Namoro, não foi escrito especialmente para garotas, mas trata também sobre relacionamentos. O livro conta a história do relacionamento do autor desde a corte até o casamento. O Jeff é de uma sinceridade ímpar e eu fui muito impactada por seu testemunho de onde as escolhas erradas podem nos levar. Achei muito interessante porque hoje em dia muitos acreditam que somente por esperar em Deus, tudo dará certo no relacionamento e será uma completa benção. Mas a espera em Deus é somente o primeiro estágio. É necessário muita busca a Deus e uma vida decidida em santidade para que o relacionamento de fato agrade a Ele.

Sinopse: “Tudo o que o homem semear, isso também ceifará.” (Gálatas 6:7). Finalmente um livro que fala 1-postttda realidade do que rola no namoro e suas consequências. Com sinceridade e transparência. Neste livro, Pr. Jeff trata desse assunto tão quente usando experiências de sua própria vida. Esse livro foi escrito tanto para solteiros quanto para casados. Beijar, passar a mão, tirar a roupa… todos conhecem a história. Mas, nem todos conhecem as conseqüencias e, quando vêm, muitas vezes, não sabem o porquê. A culpa, a condenação, um relacionamento detonado e um casamento em perigo. O que fazer?

 

 

Eu também tenho esse livro em PDF, é só colocar seu email nos comentários que envio pra você! 😉

 

Beijos e que Deus abençoe! 😉

 

 

 

 

Um recado para as meninas

Olá galera! O texto de hoje faz parte de um livro intitulado “A Batalha de Toda Adolescente” da Shannon Ethridge e Stephen Arterburn, é um livro muito bacana que tem por objetivo abrir os olhos das meninas da nossa geração sobre a integridade sexual. É especialmente para garotas, mas se você, rapaz, quiser ler e entender um pouco do mundo das meninas, sinta-se à vontade. Vamos lá então:

casal-fofo40

 

Um dos maiores mitos sobre a Integridade Sexual hoje em dia é o pensamento de algumas meninas, como este: Preciso de um namorado para sentir-me “alguém”. Ter um namorado é a solução dos meus problemas.

Preste atenção: se você acha que precisa de um namorado, não está pronta para namorar. Talvez tenha visto filmes em que a mocinha declara: “Você me completa!”. Mas, ao contrário do que se vê nos filmes, nenhum ser humano completa o outro. Só Deus pode “completar” você. No entanto, muitas jovens se esforçam ao máximo para encontrar alguém especial, que fará a vida realmente valer a pena (como se não fosse possível viver bem solteira).

Se isso se aplica a você, temos alguns conselhos. Construa uma vida para você! Não a vida de conto de fadas dos seus sonhos, em que você encontra um homem maravilhoso, se apaixona e vive feliz pra sempre na terra da fantasia. Você precisa viver na realidade e reconhecer a pessoa que Deus quer que você seja e esforçar-se para isso. “Mas e se eu não gostar de quem sou?”, você pergunta. Talvez se sinta esquisita, tímida ou até feia. Talvez deseje desesperadamente ser outra pessoa. Com a ajuda de Deus, pode aprender a aceitar as coisas que podem e as que não podem ser mudadas. Não se concentre tanto nas coisas pequenas, temporárias, como o rapaz que não sabe que você existe ou as espinhas em seu nariz. Recue um pouco e tenha uma visão geral da situação. Quais são seus sonhos de vida? Quais são suas metas em formação , carreira, assistência social ou ministério? Siga com paixão seus sonhos e suas metas. Dessa forma, saberá quem Deus deseja que você se torne e passará a gostar dessa pessoa, sem se importar se um rapaz a nota ou se na sua pele tem acne.

Por que ter uma vida real e buscar metas pessoais é tão importante? Porque um namorado ou marido não traz a felicidade completa. Ponto-final. Não importa se é atraente, rico, atlético, inteligente, piedoso ou charmoso. Nenhum homem é capaz de fazê-la sentir-se alguém. Você se sentirá alguém quando souber o quanto é especial para Deus e se tornar a pessoa que Ele deseja. Torne-se essa pessoa e jamais terá de esperar que um homem traga felicidade. Não precisará disso porque vai gostar de si mesma e de sua vida.

É verdade que, quanto melhor você se torna, melhor a pessoa que atrai. Se for uma jovem orientada por Deus e tiver metas, atrairá um rapaz desse tipo. Mas, se sua vida se resume a encontrar alguém que preencha esse vazio em sua alma, vai atrair um rapaz igualmente desesperado. Um sugará o sangue do outro, como dois carrapatos sem cachorro. Se acha que tinha problemas, espere até navegar pelas águas lamacentas de um relacionamento problemático!

Veja bem, sabemos que estar sozinha traz algumas questões. Algumas vezes você se sente solitária e se preocupa com o que os outros acham. Pensa no futuro e tem medo de ficar sozinha para sempre. Mas saiba que ter um relacionamento não a livra de todos os problemas. Você apenas troca um por outro. Quando está num relacionamento, perde a liberdade de fazer o que deseja. Não pode planejar seu futuro sozinha porque tem de considerar essa outra pessoa e ainda se preocupará com o que os outros pensam.

É possível que vc imagine que a soma da metade de uma pessoa à metade da outra corresponde a um relacionamento completo, mas não é verdade. Duas pessoas num relacionamento multiplicam os fatores positivos e negativos de cada uma. Se vc está magoada e se sente incompleta, atrairá alguém semelhante. Os dois vivenciarão uma porção do que Deus designou e muito do que Ele não desejava.

Esperamos que vc não julgue que estamos desmerecendo o namoro ou os relacionamentos. De modo algum. O namoro saudável é ótimo e o casamento, é de fato, maravilhoso. Mas um bom relacionamento se baseia mais em tornar-se a pessoa certa do que encontrar a pessoa certa. Um casamento saudável é a união de duas pessoas já completas que decidem investir uma na outra. O resultado de duas pessoas que se sugam porque não têm em que investir – apenas tiram uma da outra – é um relacionamento bastante doentio e insatisfatório.

 

Shannon Ethridge e Stephen Arterburn

Duas da tarde

 

Acordara irritada. Ultimamente tudo a estressava. Passou a tratar mal o porteiro, a colega de turma, os pais. Não tinha paciência pra esperar o ritmo de cada um e batia o pé freneticamente a cada mínima espera a que era submetida. E como era de se esperar, durante aquele dia não foi diferente. Bem… pelo menos até os ponteiros marcarem duas horas da tarde.

Ela movimentava o mouse e digitava algumas coisas em seu notebook quando deixou cair uma lágrima. Estava triste. Porque andava tão rabugenta nos últimos tempos? Onde fora parar a doce e calma menina que tinha uma paz inabalável?! Lembrou-se que com o dia a dia agitado, novo período na faculdade, viagens de fim de semana e com as redes sociais, o Senhor sempre era deixado pra último plano. E na maioria das vezes, o último plano não era cumprido em seu dia. Olhou para o lado e enxergou sua bíblia fechada coberta por uma leve camada de poeira e deu um suspiro profundo.

“Acho que já sei o porquê” pensou, enquanto limpava a poeira em cima da bíblia com uma das mãos. Abriu onde o marcador estava e percebeu que sua leitura do livro de Lucas ainda nem havia chegado à metade. Resolveu desligar o notebook, leu dois capítulos e depois conversou com Deus. Sabia que mais do que ela mesma, Ele sabia como ela andava nos últimos dias. “Tu és o Deus que me sondas, sabe o mais intimo do meu ser e o que se passa em meus mais profundos pensamentos…”, iniciou sua conversa – que durou um bom tempo.

Foi interrompida pelo barulho da campainha. Desceu correndo as escadas e quando abriu o portão, lá estava aquele senhor grisalho, com uniforme azul e amarelo e um carro parado atrás dele.

– Te encontrei em casa hoje, até que enfim! Quase que a encomenda volta pra central, menina – riu o moço.

Ela corou à medida que justificava sua ausência:

– São muitos afazeres, acabo quase não tendo tempo pra ficar em casa.

O senhor aproveitou pra puxar um papo enquanto ela assinava o recebimento da encomenda. Ele não parou de sorrir um só minuto e depois foi embora, dizendo ter muita entrega para fazer naquele dia. A menina voltou para seu quarto muito alegre por ter seus livros comprados pela internet agora em mãos, mas mais ainda, pela alegria com que o senhor interagiu com ela. Pôde notar então que a nossa alegria contagia e edifica as pessoas com quem nos encontramos pelo dia a dia. Assim como em Hebreus diz que a amargura cria raízes e contamina os outros, a alegria também tem esse poder.

Decidiu que levar uma vida de estresse não dava mais e que queria voltar a refletir amor por onde quer que andasse. Queria iluminar o dia de alguém com ao menos um sorriso, assim como o carteiro abençoou a vida dela. Foi simples, foi rápido, mais foi edificante. Concluiu sua oração com um sincero pedido ao Senhor: que sua vida pudesse transbordar amor e não cuspir impaciência. E que no lugar de tantos afazeres, ela pudesse aprender a se dedicar ao que de fato tem valor.

Deus.

“E foram felizes para sempre…” ?

Estamos em semana de novidades por aqui, e como já foi anunciado pela página no Facebook e pelo Instagram do blog, estamos iniciando um lugarzinho todo especial para as meninas: O Espaço das Princesas. Nesse espaço o assunto será voltado para o público feminino, mas, você menino, pode ficar a vontade e participar também, se quiser J. Além dos textos voltados especialmente para o seu coração, menina, também teremos uns posts DIY (Do It Yourself – Faça você mesmo), com umas dicas bem legais para fazer “arte”, rs.

E para inaugurar nosso espaço, nada como começar falando sobre algo tão comum nas histórias de princesas… o famoso “foram felizes para sempre”. Todas sabem que nos contos mais lindos sempre há um príncipe encantado bonitão, educado, gentil, herói e infinitos adjetivos. Somos apresentadas desde novinhas há muitas dessas histórias e passamos a amá-las, vemos filmes, ganhamos bonecas das princesas em questão… Crescemos acreditando que existem muitos príncipes encantados e que quando formos “grandes” vamos encontrar o nosso e nos casar. Então chegamos à adolescência e junto aos sonhos mais puros da infância, começam a acontecer umas coisas dentro de nós e passamos e olhar os meninos de forma diferente.  Surge muitas vezes uma pressão por encontrar aquele príncipe encantado pra namorar e colocar inúmeras fotos no instagram, buscando de alguma forma preencher aquilo que nosso coração diz ser o certo “sou jovem, que mal tem em paquerar/ficar/namorar?”.

11214287_890242874393136_4015645178857165826_n
Imagem: Lenara Monteschio

Deus nos criou com atração pelo sexo oposto, e Ele não simplesmente colocou isso em nós e disse “Se virem”. Ele planejou tudo certinho. E tudo deve acontecer na hora certa, no momento em que nos tornamos maduras o suficiente pra encarar um relacionamento que poderá nos levar ao altar. Isso envolve idade, maturidade, comprometimento, vida com Deus, planos e ações para o futuro. E não menos importante (hehe), envolvem pessoas do sexo oposto.  Aquela pessoa com quem iremos nos relacionar com vistas ao casamento.

Muitas meninas, em busca de satisfazer suas necessidades emocionais e físicas, acabam se envolvendo com vários garotos e aí fica a pergunta “Qual foi o último ‘PRA SEMPRE’ em que acreditaram?”. Depositam seu coração e sua confiança toda em garotos que conhecem superficialmente, não analisam as ações e o coração deles, pois o único filtro é a beleza, o desejo e os ouvidos. Como esses são perigosos! As meninas caem muito no que ouvem. Com a promessa de um futuro juntos, com “te amo pra sempre” espalhado em várias legendas de fotos, acabam caindo num namoro que pode levar ao distanciamento de Deus.

Eu vivi isso numa parte de minha adolescência e hoje vejo que não foi nada legal. Na busca por preencher o coração, nos tornamos presa fácil das marcas de mágoa e tristeza que alguém pode deixar em nós. Mas aprendi que não é isso que Deus quer pra gente. Nós somos princesas não porque somos bonitinhas e fofinhas e sim porque nosso Rei é Jesus! Fomos compradas por alto preço e não devemos ser mais escravas(1Co 7.23). Quando vamos à procura de tantos amores, escravizamos o coração “Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida” Pv 4.23. Guardar o coração envolve cuidar dos seus sentimentos e emoções, aguardar o tempo certo de cada coisa, saber distinguir o que é de Deus e o que não é. E isso só se consegue com uma vida de intimidade e busca a Deus.

Quando entendi o amor que Deus tinha por mim a ponto se sacrificar Seu filho por minha causa, percebi que esse amor sim é verdadeiro, nenhum outro amor seria capaz de preencher meu coração como esse. Aprendi também que pra conseguir amar de verdade precisava conhecer o Autor do Amor, então resolvi entregar meu coração a Ele e pedi pra que Ele ficasse bem guardado com Ele. Quando um homem o quisesse, teria que buscar em Deus para encontrá-lo. Três anos se passaram e um lindo jovem o pediu ao Senhor e Ele disse que era a hora. Então Deus permitiu que esse jovem conquistasse meu coração e então ele ganhou o segundo lugar (o primeiro lugar já tem dono: Jesus <3). Meu principe chegou, não encantado, mas um homem real que tem defeitos e qualidades, da qual a maior delas é amar a Deus. Quando entregamos ao Senhor não só essa área, como todas em nossas vidas, Ele faz tudo do melhor jeito.

E querida, lembre-se sempre: tudo que Deus faz permanece. Para Sempre. Não se deixe levar pelo que é passageiro e não visa o eterno.

“Sei que tudo o que Deus faz permanecerá para sempre; a isso nada se pode acrescentar, e disso nada se pode tirar” Eclesiastes 3.14a